sábado, 25 de outubro de 2008

poema-presente de aniversário da amada

Caem folhas
Quebram-se espinhos
Ressecam-se as pétalas
Mas a essência da rosa permanece...

A vontade de brotar
A vontade de crescer
A vontade de florir
A vontade de ser!

Lilian C2

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Poema para o novo amor

PRESENÇA
A Lílian
Se meu espírito respira melhor
Na proximidade do teu ser fluente
É que a vida nos faz crer
Que para além do corpo próprio
Há o corpo de outro ser
Que emana luz dos olhos afetivos
E muito vivos como só no amor

Tudo que vem a ser encontro
Confluência, sintonia, consonância
Torna-se a dança da poesia em nós

Quero assim cantar a alegria
De cada dia sonhado junto à fonte
Do prazer de viver na tua presença.
Ivan Maia

domingo, 12 de outubro de 2008

poema que meu filho me deu de presente de aniversário em 08/10

PRESENTE

Pai,
Arvore na qual sua semente,
Ao vento lançou,
Jogando-me à terra fértil.
Da terra a qual me guardou,
Sem falta alguma,
Você cuidou.
A muda jovem,
Regou de amor,
Sem pensar em seus frutos,
E sim,
Se em uma grande arvore se tornará.
A muda,
Uma planta virou,
Deu suas primeiras flores,
Para lhe oferecer o mais saboroso fruto,
Feito com o néctar do amor,
E a essência do consolo.
Minha fotossíntese,
Só ocorre com teus calorosos raios,
E tua seiva,
Percorre em meus galhos.
Em meu tronco,
Quatro simples e bonitas palavras escritas,
Que não precisa de explicações para se entender:
Pai, eu te amo

canção feita pra comemorar o dia do compositor 07/10

NASCENTE

Vem, fonte de vida
Refresca minha alma assim renascida
Ah, grande poder
Fazer crescer a paz com muito prazer

Cantar me deixa mais forte
Pra viver do meu jeito
E gozar minha sorte

Quero amar loucamente
Colher na Primavera
O que plantei com a semente

Vou experimentar o mundo
Compondo canções
Que falem mais fundo

E assim, dizer que essa vida
Não parece leviana
Pra essa gente querida

Ivan Maia.

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Coletânea de frases de Gandhi

SATYAGRAHA – Mahatma Gandhi

A alegria está na luta, na tentativa.

Vou além e digo que o homem cuja vida mais se aproxima da perfeição é o maior artista. Afinal, o que é a arte sem a fundação segura e a estrutura de uma vida nobre?

O amor é a força mais sutil do mundo.

A liberdade individual e a interdependência são essenciais para a vida em sociedade.

O único tirano que aceito nesse mundo é a voz interior, suave e serena.

Chamar as mulheres de sexo fraco é uma calúnia.

A esposa não é a escrava do marido, mas sua companheira e ajudante, parceira em termos de igualdade em todas as alegrias e pesares... e tão livre quanto o marido para escolher seu próprio caminho.

A lei do amor pode ser melhor compreendida e aprendida através das crianças.

Não vamos levar a teoria do mandato a extremos absurdos e nos tornarmos escravos das resoluções de maiorias.

O governo do povo, pelo povo e para o povo não pode ser conduzido pelo arbítrio de um homem, por maior que ele seja.

Na resistência civil individual, cada manifestante é o seu próprio líder.

A desobediência para ser civil, exige a disciplina, pensamento, cuidado, atenção.

O homem se torna, muitas vezes, o que ele próprio acredita que é.


Tudo age e reage entre si.
Não creio que a lei espiritual atue num campo exclusivo. Ao contrário, manifesta-se apenas através das atividades comuns da vida.

De que vale a fé se não for convertida em ação?

A graça preciosa da vida deve ser cultivada tenazmente, naturalmente, porque nos eleva.

Quando admiro a maravilha de um por-do-sol ou a beleza da lua, minha alma se expande.

O que queremos é uma renúncia deliberada da violência com base na força.

Esse caminho incomparável é a renúncia aos frutos da ação.
Renúncia significa ausência de ânsia pelos frutos.
Obtido somente por um contínuo agitar do coração.

Quem está sempre pensando nos resultados amiúde perde a calma na execução de seu trabalho.

Nisto consiste talvez a grandeza do poema e do poeta. O significado de um poema é ilimitado. Como o homem, o significado das grandes obras evolui.

O que é legal pra uns pode ser ilegal pra outros. O que é permitido em uma época ou lugar pode não o ser em outro.

Mas o desapego pelos frutos da ação não significa ignora-los, desatendê-los ou repudiá-los. Estar desapegado não significa abandonar a ação porque o resultado esperado pode não ocorrer. Ao contrário, é uma prova na fé inamovível na segurança de que o resultado previsto virá em seu devido tempo.

O homem deve decidir por si mesmo o que contribui para seu crescimento.

O homem deve concentrar-se em desenvolver, purificar e aperfeiçoar todas as suas faculdades.

(Estas frases foram extraídas dos livros As palavras de Gandhi, publicados originalmente nos jornais Young Índia e Harijan, e dos comentários à tradução do Bhagavad-Gita feita pelo Mahatma para o inglês)